31 dezembro, 2020

Pétala nº 3140

"Hoje é o último dia do ano. Em todo o mundo que este calendário rege andam as pessoas entretidas a debater consigo mesmas as acções que tencionam praticar no ano que entra, jurando que vão ser rectas, justas e equânimes, que da sua emendada boca não voltará a sair uma palavra má, uma mentira, uma insídia, ainda que as merecesse o inimigo, claro que é das pessoas vulgares que estamos falando, as outras, as de excepção, as incomuns, regulam-se por razões próprias para serem e fazerem o contrário sempre que lhes apeteça ou aproveite, essas são as que nunca se deixam iludir, chegam a rir-se de nós e das boas intenções que mostramos, mas, enfim, vamos aprendendo com a experiência, logo nos primeiros dias de Janeiro, teremos esquecido metade do que havíamos prometido, e, tendo esquecido tanto, não há realmente motivo para cumprir o resto, é como um castelo de cartas, se já lhe faltam as obras superiores, melhor é que caia tudo e se confundam os naipes."
JOSÉ SARAMAGO, in “O ano da morte de Ricardo Reis” (pág. 59)

(pôr-do-sol fotografado da minha varanda,  dia 25.12.2020)

30 dezembro, 2020

Pétala nº 3139

“Em alguns dias a vida vai bater-te com força na cabeça com um tijolo. Nunca percas a fé.” 
STEVE JOBS, inventor, empresário e magnata americano no sector da informática, co-fundador, presidente e director executivo da Apple Inc.(1955-2011)

29 dezembro, 2020

Pétala nº 3138

“Para que um mundo melhor surja após esta pandemia, devemos abraçar e fomentar os sentimentos de humildade e solidariedade gerados pelo momento atual.” 
ORHAN PAMUK, escritor turco (1952-), em entrevista ao jornal "Expresso". 
Prémio Nobel de Literatura 2006

28 dezembro, 2020

Pétala nº 3137

“Muita gente passará por passar nas nossas vidas… Mas, somente amigos verdadeiros deixarão pegadas e não rastros, em nosso coração.” 
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

27 dezembro, 2020

Pétala nº 3136

“Elege para teu amigo o homem mais virtuoso que conheces.” 
PITÁGORAS, matemático da Grécia-Antiga (582-497 a.C.)

26 dezembro, 2020

Pétala nº 3135

“Não há paz sem esperança.” 
ALBERT CAMUSescritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

25 dezembro, 2020

Pétala nº 3134

NATAL 
O chefe de família limpou a boca ao guardanapo e afirmou 
assim como dois e dois são quatro e não são outra coisa 
O Natal é o Natal e não é outra coisa antes pelo contrário 
E para provar o que dizia comeu uma asa de peru 
com recheio de castanhas
e limpou os dedos gordurosos ao bordado da toalha 
À volta da mesa metade da família discutia a mensagem 
e comia 
e a outra metade mais intelectual comia a mensagem 
e discutia 
sim tal não tal 
sim tal não tal 
não tal 
não tal 
Natal!” 

YVETTE CENTENO, poeta, romancista, ensaísta, tradutora portuguesa (1940-)

(Lisboa, Pç do Comércio, 2020. Foto oferecida por um bom amigo. Obrigada!)

24 dezembro, 2020

Pétala nº 3133

"A FAMÍLIA 
Refazemos o dia, pacientemente, 
e mastigamos as raízes de um compromisso 
quotidiano e social. 
Temos em comum o coração 
e sabemos que o mesmo fio de sangue 
nos tece o equilíbrio. 
Por isso modelamos o itinerário de um conforto 
partilhado, como se, desse modo, nos fosse 
prorrogada a morte e ficássemos cúmplices 
uns dos outros na teia da vida."

GRAÇA PIRES, poetisa portuguesa (1946),  http://ortografiadoolhar.blogspot.com/
 

FELIZ NATAL, AMIGOS! 
Desejo-vos uma Santa Consoada, junto dos que vos são mais queridos. 
Que seja farta de luz, harmonia, mimos, sorrisos e… abracinhos (em segurança) tão ou mais doces que os mais açucarados manjares natalícios. 
Que no sapatinho encontrem muita saúde, amor, serenidade e felicidade.
Mil abraços cheios de gratidão.
(fotos net)

23 dezembro, 2020

Pétala nº 3132

“Feliz, feliz Natal, que nos traz de volta as ilusões da infância, recorda ao idoso os prazeres da juventude e transporta o viajante de volta à própria lareira e à tranquilidade do seu lar.” 
CHARLES DICKENS, escritor inglês (1812-1970)

22 dezembro, 2020

Pétala nº 3131

“O Natal parece-me ser um tempo festivo necessário. Precisamos de um tempo em que possamos lamentar as nossas falhas nos nossos relacionamentos humanos: é a festa do fracasso, triste mas consoladora.”
GRAHAM GREENE, escritor e jornalista inglês (1904-1991

21 dezembro, 2020

Pétala nº 3130

"O que mais ameaça o Natal é o próprio Natal, isto é, a sua representação diminuída, estagnada culturalmente entre a quinquilharia dos símbolos e a oportunidade comercial, domesticada pela pieguice das frases feitas e das boas maneiras."
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-) in “Uma beleza que nos pertence”, Ed. Quetzal, 2019

20 dezembro, 2020

Pétala nº 3129

“… há nos homens mais coisas a admirar do que a desprezar.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

19 dezembro, 2020

Pétala nº 3128

“A principal lição do «Pai-Nosso» está no substantivo e no pronome possessivo iniciais. Ao dizer que há um Pai e que é nosso, reconheço-me no coletivo humano; eis a ideia da fraternidade humana; ter um mesmo pai e uma mesma origem deveria ser a grande lição religiosa.”
LEANDRO KARNAL, professor, historiador, escritor brasileiro (1963-), in "O coração das coisas", Ed. Contexto, 2019

(Pétala enviada pela amiga EMÍLIA PINTO, https://comecardenovopt.blogspot.com/)

18 dezembro, 2020

Pétala nº 3127

“… se há qualquer coisa que se pode desejar sempre e obter algumas vezes, essa qualquer coisa é a ternura humana.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

17 dezembro, 2020

Pétala nº 3126

" O choro é a última instância da emoção."
TAIS LUSO DE CARVALHO, cronista e artista plástica brasileira, https://taisluso.blogspot.com/

16 dezembro, 2020

Pétala nº 3125

“O mal que existe no mundo vem quase sempre da ignorância, e a boa vontade, se não for esclarecida, pode fazer tantos estragos como a maldade.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino(1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

15 dezembro, 2020

Pétala nº 3124

“Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos." 
SÓCRATES, filósofo da Grécia Antiga (-469/-399)

14 dezembro, 2020

Pétala nº 3123

“O amor é assim. Um rio que corre, contorna obstáculos e segue o seu percurso.” 

(Obrigada Fanny! Que esta seja a primeira de muitas pétalas suas plantadas neste jardim.)

13 dezembro, 2020

Pétala nº 3122

“Saudade é um sentimento que, quando não cabe no coração, escorre pelos olhos.” 
BOB MARLEY, cantor e compositor jamaicano (1945-1981)

12 dezembro, 2020

Pétala nº 3121

“O hábito do desespero é pior do que o próprio desespero.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

11 dezembro, 2020

Pétala nº 3120

“Conversar é uma arte, calar é sabedoria pura; em tempos que ninguém cala e jamais escuta o outro, conversar bem, calar e ouvir viram um tripé inovador.” 
LEANDRO KARNAL, professor, historiador, escritor brasileiro (1963-), in "O coração das coisas", Ed. Contexto, 2019

(Pétala enviada pela amiga EMÍLIA PINTO, https://comecardenovopt.blogspot.com/)

10 dezembro, 2020

Pétala nº 3119

“Mentir é demasiado fatigante.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

09 dezembro, 2020

08 dezembro, 2020

Pétala nº 3117

“Uma maneira mais cómoda de travar conhecimento com uma cidade é descobrir como lá se trabalha, como se ama e como se morre.” 
ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

07 dezembro, 2020

Pétala nº 3116

“A vida é a arte de sobreviver.” 

06 dezembro, 2020

Pétala nº 3115

“A política é uma planta que tem de ser regada todos os dias.” 
CLARA FERREIRA ALVES, jornalista e escritora portuguesa (1956-, in crónica “A tribuna dos falhados”, publicada na revista “E”, do jornal Expresso de 4 Julho 2020

05 dezembro, 2020

Pétala nº 3114

“Vivemos numa espécie de indústria da felicidade. É obrigatório estar sempre bem. 
A vida, contudo, está plena de desgraças.” 
MARTA ORRIOLS, escritora espanhola (1975-)

04 dezembro, 2020

Pétala nº 3113

“Ganharíamos tanto se em vez da pressa dos juízos nos dessemos ao trabalho de sintonizar com a solidão dos outros, aprendendo assim a reconciliar-nos com a nossa. A solidão é uma das primeiríssimas experiência de humanidade que fizemos.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "A solidão não se mede aos palmos", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 23 Maio 2020

03 dezembro, 2020

Pétala nº 3112

“As acções dos homens são os melhores interpretes dos seus pensamentos.” 
JAMES JOYCE, escritor irlandês (1882-1941)

02 dezembro, 2020

Pétala nº 3111

“A solidão dos (mais) novos é, porventura, aquela mais submersa, mais enigmática e confusa para os próprios sujeitos, aquela sobre a qual falamos menos.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "A solidão não se mede aos palmos", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 23 Maio 2020

01 dezembro, 2020

Pétala nº 3110

"Oração sem introspecção e verdade, é como se fosse uma cidade sem cidadãos!" 
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

30 novembro, 2020

Pétala nº 3109

“A amizade é, acima de tudo, certeza – é isso que a distingue do amor.” 
MARGUERITE YOURCENAR(pseudónimo de Marguerite Cleenewerck de Crayencour), escritora francesa (1903-87)

29 novembro, 2020

Pétala nº 3108

“O amor é generoso”. 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

28 novembro, 2020

Pétala nº 3107

“A amizade é um amor que nunca morre.” 
MÁRIO QUINTANA, poeta brasileiro (1906-94)

27 novembro, 2020

Pétala nº 3106

“É espantosa a vida que atribuímos aos olhos.” 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

26 novembro, 2020

Pétala nº 3105

“Esquecer os deveres básicos da solidariedade é uma violência, uma cobardia escondida em nome do bom senso.” 
MIA COUTO, escritor moçambicano (1955-)

25 novembro, 2020

Pétala nº 3104

“Todos nós, mas todos, de forma mais declarada ou clandestina, no modo mais dolente, sobressaltado ou jubiloso, vivemos ainda em torno à mina que foi a nossa infância.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "AMARCORD", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 21 Março 2020

24 novembro, 2020

Pétala nº 3103

“Nós não paramos de brincar porque envelhecemos, mas envelhecemos porque paramos de brincar.”
GEORGE BERNARD SHAW, dramaturgo irlandês (1856-1950)

23 novembro, 2020

Pétala nº 3102

“O romance dá-nos três coisas. Antes de tudo uma visão complexa e integral da vida. Quando olhamos para o mundo através do romance ele nunca é plano nem unívoco: junta empírico e imaginário, visível e invisível, passado e futuro. Depois, o romance oferece um conhecimento concreto, não conceptual. A ótica do romance não demonstra: ela mostra, num esforço de desapropriação ideológica por fidelidade à existência em si.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "O verbo romancear", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 2 Setembro 2017

22 novembro, 2020

Pétala nº 3101

“Viver é desenhar sem borracha.” 
MILLÔR FERNANDES, escritor brasileiro (1923-2012)

21 novembro, 2020

Pétala nº 3100

“O Outono é uma segunda Primavera. Nessa estação, cada folha torna-se uma flor.” 
ALBERT CAMUSescritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960)
Prémio Nobel de Literatura, 1957

20 novembro, 2020

Pétala nº 3099

“A amizade é uma das parábolas humanas mais poderosas e inesquecível a que podemos aceder.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "A amizade é uma pátria", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 13 Junho 2020

19 novembro, 2020

Pétala nº 3098

“A lua mais bonita que vi na vida foi em Portugal. Estava tão grande e tão perto da terra que parecia que bastava esticares a mão para a agarrares.” 
SINÉAD O'CONNOR, cantora e compositora irlandesa (1966-)

18 novembro, 2020

Pétala nº 3097

“Não somos ensinados a envelhecer.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

17 novembro, 2020

Pétala nº 3096

"A solidão é uma batalha quase perdida para nós mesmos!"
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

16 novembro, 2020

Pétala nº 3095

“O conhecimento é adquirido em camadas, sendo que cada camada remete para a anterior ou para a seguinte…” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019 
Prémio Nobel de Literatura, 2018

15 novembro, 2020

Pétala nº 3094

“Eu tenho um grande medo dessa coisa de ser “normal.” 
JOHN LENNON, cantor e compositor britânico (1940-1980)

14 novembro, 2020

Pétala nº 3093

"Se os sonhos fossem puros nas fantasias 
Talvez não existissem verdades tão frias 
Nem mentira em tantos corações feridos"

13 novembro, 2020

Pétala nº 3092

“… ver é saber.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

12 novembro, 2020

Pétala nº 3091

“Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti. Mas viver sem amor acho impossível.” 
JORGE LUIS BORGES, escritor argentino (1899-1986)

11 novembro, 2020

Pétala nº 3090

“Existem dois pontos de vista acerca do mundo: a perspectiva da rã e a vista do pássaro em pleno voo. Qualquer ponto entre estes dois só serve para gerar o caos.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

10 novembro, 2020

Pétala nº 3089

“O incapaz se cobre; o rico se enfeita; o presunçoso se disfarça; o elegante se veste.” 
HONORÉ DE BALZAC, escritor francês (1799-1850)

09 novembro, 2020

Pétala nº 3088

“É assim a lei da vida! Os lugares ainda quentes deixados pelos mortos são logo ocupados pelos vivos.”
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

08 novembro, 2020

Pétala nº 3087

“Se você sabe explicar o que sente, não ama, pois o amor foge de todas as explicações possíveis.”
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, escritor brasileiro (1902-87)

07 novembro, 2020

Pétala nº 3086

“Os homens dizem que a vida é curta, e eu vejo que eles se esforçam para a tornar assim.”
JEAN-JACQUES ROUSSEAU, filósofo e escritor francês (1712-78)

06 novembro, 2020

Pétala nº 3085

“Quem inventou o corpo humano? E, nesta sequência, quem detém sobre ele os eternos direitos de autor?” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

05 novembro, 2020

Pétala nº 3084

“Embriaga-te sem cessar! Com vinho, com poesia e com virtude.” 
CHARLES BAUDELAIRE, poeta francês (1821-67)

04 novembro, 2020

Pétala nº 3083

“Com a idade, a memória começa a falhar e a esburacar-se.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

03 novembro, 2020

Pétala nº 3082

“Pare de se preocupar com estar envelhecendo, e pense em crescer.” 
PHILIP ROTH, escritor norte-americano (1933-2018)

02 novembro, 2020

Pétala nº 3081

“A noite não tem fim. Estende constantemente o seu poder a novas partes do mundo…” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

01 novembro, 2020

Pétala nº 3080

“A velhice é, nalguns casos, uma coroa de espinhos.” 

31 outubro, 2020

Pétala nº 3079

“Wikipédia: Parece-me que este é o projecto mais honesto que o homem já inventou para divulgar o conhecimento (…) As pessoas levam para a Wikipédia tudo o que sabem. Se o projecto resultar, esta enciclopédia em constante elaboração será a maior das maravilhas do mundo (…) Mãos à obra! Que cada um de nós escreva, pelo menos, uma frase sobre o assunto que melhor conhece!” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

30 outubro, 2020

Pétala nº 3078

“Em que consiste a pior das cobardias? Parecer-se cobarde perante os outros e manter a paz? Ou ser-se cobarde perante nós próprios e provocar a guerra? 
JEAN GIRAUDOUX, escritor francês (1882-1944)

29 outubro, 2020

Pétala nº 3077

“Descrever é como usar – desgasta; as cores vão ficando esbatidas, os cantos perdem as arestas e, por fim, aquilo que é descrito começa a perder colorido e a extinguir-se. Tal aplica-se principalmente a lugares. (…) Descrever é destruir.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019 
Prémio Nobel de Literatura, 2018

28 outubro, 2020

Pétala nº 3076

“Uma verdade só é verdade quando levada às últimas consequências. Até lá não é uma verdade, é uma opinião.” 
VERGÍLIO FERREIRA, escritor português (1916-1996)

27 outubro, 2020

Pétala nº 3075

“Existe mundo em demasia.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

26 outubro, 2020

Pétala nº 3074

“Recordar é não viver,
É uma traição à essência do presente.” 

25 outubro, 2020

Pétala nº 3073

“A vida deve ser uma constante educação. “ 
GUSTAVE FLAUBERT, escritor francês (1821-80)

24 outubro, 2020

Pétala nº 3072

“Fluidez, mobilidade, ilusão – eis o que significa ser civilizado. Os bárbaros não viajam, dirigem-se directamente para o destino ou, então, fazem incursões.”
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

23 outubro, 2020

Pétala nº 3071

“A inércia é a gémea da incompetência.” 
CLARA FERREIRA ALVES, jornalista e escritora portuguesa (1956-)

22 outubro, 2020

Pétala nº 3070

“Ver e olhar são um mistério, tal como um grande mistério é o facto de existirmos.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

21 outubro, 2020

Pétala nº 3069

“A literatura é algo de tão requintado, de tão elevado, de tão difícil, que não pode ser uma coisa de maiorias, tem de ser de minorias.” 
HÉLIA CORREIA, escritora e tradutora portuguesa (1949-)

20 outubro, 2020

Pétala nº 3068

“Aquilo que eu vi é meu.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

19 outubro, 2020

Pétala nº 3067

"O amor é como vento na sua amena passagem 
Umas vezes frio, outras quentes, dor e paixão" 

18 outubro, 2020

Pétala nº 3066

“Entre namorar e amar, está o reflectir.” 
CAMILO CASTELO BRANCO, escritor, poeta, historiador, tradutor português (1825-90)

17 outubro, 2020

Pétala nº 3065

A psique é um objecto de investigação muito instável”. 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

16 outubro, 2020

Pétala nº 3064

“A palavra de um poeta é a essência do seu ser.” 
ALEXANDRE PUSHKIN, poeta russo (1799-1837)

15 outubro, 2020

Pétala nº 3063

“Todo aquele que alguma vez tenha tentado escrever um romance sabe que é uma árdua tarefa e, sem dúvida, uma das piores formas de auto-subsistência. Durante todo esse tempo, é preciso permanecer fechado em si mesmo, como numa cela individual, na mais completa solidão. Vive-se uma psicose controlada, uma mistura de paranoia e obsessão, compelidas a trabalhar em conjunto; a escrita não precisa de penas de ganso, nem crinolinas sob as saias, nem de máscaras venezianas que tanto lhe associamos e, isso sim, de aventais de açougueiro, botas de borracha e, na mão, uma faca para estripar.” 
OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Viagens”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019
Prémio Nobel de Literatura, 2018

14 outubro, 2020

Pétala nº 3062

“Metapensar é pensar sobre o nosso pensamento. Não há pensamentos neutros, asséticos, desprovidos de emoção.” 
JOSÉ GAMEIRO, psiquiatra português (1949-)

13 outubro, 2020

Pétala nº 3061

“Se não consegues ser sensato, fica calado.” 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

12 outubro, 2020

Pétala nº 3060

“O passado não retorna, mas, o Mundo bem que deu suas voltas por lá!"
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

11 outubro, 2020

Pétala nº 3059

“…o tempo muda-nos e muda o modo como lemos, e a memória e a experiência trabalham as páginas como numa primeira visita.” 
CLARA FERREIRA ALVES, jornalista e escritora portuguesa (1956-)

10 outubro, 2020

Pétala nº 3058

“O amor é um banquete.” 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

09 outubro, 2020

Pétala nº 3057

"Morre menos gente de cancro ou de coração do que de não saber para que vive; e a velhice, no sentido de caducidade, de que tantos se vão, tem por origem exactamente isto: o cansaço de se não saber para que se está a viver." 
AGOSTINHO DA SILVA (George Agostinho Baptista da Silva,) filósofo, poeta, ensaísta, professor, filólogo, pedagogo e tradutor português (1906- 1994)

08 outubro, 2020

Pétala nº 3056

“… estranha tendência que nos leva a revelar intimidades a alguém que mal conhecemos…” 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

07 outubro, 2020

Pétala nº 3055

"A maior parte da nossa oração é vazio e silêncio, não nos iludamos.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-)

06 outubro, 2020

Pétala nº 3054

“As roupas mudam a maneira como nos vemos e como o mundo nos vê a nós.” 
VIRGINIA WOOLF, escritora inglesa (1882-1941), in “Orlando ”, Ed. Cavado de Ferro, 2019

05 outubro, 2020

Pétala nº 3053

“A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.” 
VICTOR HUGO, poeta e estadista francês (1802-85

04 outubro, 2020

Pétala nº 3052

“Há uma sensualidade especial numa cama não partilhada, pelo menos durante algum tempo, até que o facto de dormir sozinho começa a adquirir a sua serena tristeza.” 
IAN MCEWAN, escritor inglês (1948- ), in “Máquinas como eu”, Ed. Gradiva, 2019

03 outubro, 2020

Pétala nº 3051

“Para delatar um ser humano não há nada como a arte, é o detetor de mentiras mais barato.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

02 outubro, 2020

Pétala nº 3050

“Nunca encontrareis a poesia se não a tiverdes dentro de vós.” 
ALEXANDRE PUSHKIN, poeta russo (1799-1837)

01 outubro, 2020

Pétala nº 3049

“… trabalho que se faz sonhando nunca deixou obra feita.” 
JOSÉ SARAMAGO, escritor português (1922-2010), in “A Caverna”, Ed. Caminho, 2005 
Nobel de Literatura, 1998

30 setembro, 2020

Pétala nº 3048

“A verdade pura e simples é raramente pura e nunca simples.”
OSCAR WILDE, escritor irlandês (1854-1900)

29 setembro, 2020

Pétala nº 3047

“Espero
pelo nascer
do Sol

Só ele é o prenúncio
de um novo dia
de nova esperança
de novo qualquer-coisa

28 setembro, 2020

Pétala nº 3046

"Só existe sombra, se ao nosso lado houver luz!"
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

27 setembro, 2020

Pétala nº 3045

“A ciência desenha a onda; a poesia enche-a de água.” 
TEIXEIRA DE PASCOAES, pseudónimo de Joaquim Pereira Teixeira de Vasconcelos, poeta, escritor e filósofo português (1877-1952)

26 setembro, 2020

Pétala nº 3044

“ESPERANÇA
Um milagre guardado na esperança...
Confirma que se antecipará a bonança,
Espero na certeza do poder da ciência,
Não devo esmorecer, sem elegância.

Esperança, fonte de vida.

Às apalpadelas, em visões embaçadas,
Enchendo-me de coragem, fé sinceras,
Espero na convicção da temperança,
Não devo sucumbir, sem perseverança.

Esperança, força na lida.

Pelos vales verdes e campos cerrados,
Na imaginação, refrescantes e floridos,
Espero soluções imediatas que surgirão,
Não devo contristar meu pobre coração.

Esperança, firmeza de espírito.”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

25 setembro, 2020

Pétala nº 3043

“O abraço é uma das mais verdadeiras expressões humanas de reciprocidade.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "O Abraço", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 4 Janeiro 2020

24 setembro, 2020

Pétala nº 3042

“A literatura é útil, enquanto não se propuser sê-lo. No instante em que o quer ser, deixa de ser literatura e perde utilidade.” 
JAVIER CERCAS, escritor e tradutor espanhol (1962-)

23 setembro, 2020

Pétala nº 3041

“CORAÇÃO ESPERANÇA
Estendo minha mão a mim mesma,
Amo-me, com toda minha vibração,
Sou una com a fé, amor em ação,
A esperança armazeno em resma.
Estendo minha mão ao meu próximo,
Amo-o, com toda minha dedicação,
Sou una no respeito, na animação,
A esperança coleciono como arrimo.
 Estendo minha mão ao Bom Deus,
Amo-O, com toda minha adoração,
Sou una no respeito, na obediência,
A esperança põe na palma da mão.”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

22 setembro, 2020

Pétala nº 3040

“A grandeza do abraço é que pode muitas vezes chegar onde a compreensão não chega. “ 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "O Abraço", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 4 Janeiro 2020

21 setembro, 2020

Pétala nº 3039

“Nada melhor pode acontecer à literatura do que ser popular e relevante para as pessoas.” 
JAVIER CERCAS, escritor e tradutor espanhol (1962-)

20 setembro, 2020

Pétala nº 3038

“A luz da lua no céu... o sol... as flores...
Sem queixa nem murmurações...
Deus confortou nossos corações
Anjos amigos nos deram as mãos ...
Ajudaram a estarmos no Jardim do Éden com mais serenidade...
É tudo muito comovedor...
Vivemos o dia a dia prosseguindo na fé e esperança...”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

19 setembro, 2020

Pétala nº 3037

“A beleza do abraço é que não pretende ser uma rede para capturar o outro. O abraço é humilde. Pressente que apenas nos podemos aproximar, sem intentar apoderarmo-nos ou sequer acedermos à plenitude do outro. O abraço é aceitar tocar não tocando.”
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "O Abraço", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 4 Janeiro 2020

18 setembro, 2020

Pétala nº 3036

“Os heróis são homens que dizem não quando toda a gene diz que sim ."
JAVIER CERCAS, escritor e tradutor espanhol (1962-)

17 setembro, 2020

Pétala nº 3035

“A luz da lua no céu... o sol... as flores...
Sem queixa nem murmurações...
Deus confortou nossos corações
Anjos amigos nos deram as mãos ...
Ajudaram a estarmos no Jardim do Éden com mais serenidade...
É tudo muito comovedor...
Vivemos o dia a dia prosseguindo na fé e esperança...”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

16 setembro, 2020

Pétala nº 3034

"A esperança é como o sal, não alimenta, mas dá sabor ao pão." 
JOSÉ SARAMAGO, escritor português (1922-2010), in “Ensaio sobre a cegueira”, Ed. Caminho, 1995 
Prémio Nobel de Literatura,1998

15 setembro, 2020

Pétala nº 3033

“Sobreviver à perda é adaptarmo-nos. É perceber que a realidade é outra, é ter de aprender a andar de novo. Há sempre um antes e um depois.” 
MARTA ORRIOLS, escritora espanhola (1975-)

14 setembro, 2020

Pétala nº 3032

“INSTÂNCIAS DE ESPERANÇA
Acordo feliz,
 Como me condiz.
A gratidão pelo vivido,
O dom da vida conservado,
O céu azul que se fez lindo
Uma vez mais no céu pela varanda.
Pássaros cantam, o sol brilha ameno,
Estou na rede a contemplar as maravilhas:
Deus me permite enxergar, esperançar, ser..."
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

13 setembro, 2020

Pétala nº 3031

“A calúnia é o auto-retrato do caluniador.” 
MARINA TSVETÁIEVA, poetisa e tradutora russa (1892.1941), citado por MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

12 setembro, 2020

Pétala nº 3030

“O amor é o sopro de Deus, que nunca nos deixa à deriva!”
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

11 setembro, 2020

Pétala nº 3029

“ERA DO MISTÉRIO
Terra sem ela se remodela,
É preciso acautelar, parar,
Rezar, relaxar, só confiar.
Na fé, esperança na procela,
Conjunto incauto expoente,
Imaculado: nascente, poente”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

10 setembro, 2020

Pétala nº 3028

“Talvez a nossa tristeza provenha de vivermos enclausurados dentro de nós próprios.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

09 setembro, 2020

Pétala nº 3027

"A Terra vai continuar, a primavera continuará a florir, mas o futuro da Humanidade é altamente incerto.” 
HUBERT REEVES, astrofísico franco-canadense (1932-)

08 setembro, 2020

Pétala nº 3026

“Por trás de toda tensão,
 Carrego em minha mão
 Um arco-íris precioso,
 Sem preço, é valioso,
 É minha fé, esperança,
 Com ele, sinto bonança.”
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

07 setembro, 2020

Pétala nº 3025

“… o que a mente vê quando estabelece uma ligação é algo que vê para sempre.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

06 setembro, 2020

Pétala nº 3024

“A pandemia devolve-nos a consciência do limite, ao mesmo tempo que nos obriga a refletir sobre as formas de habitar o mundo a que podemos voltar.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "Normalidade", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 9 Maio 2020

05 setembro, 2020

Pétala nº 3023

«eh, vamos embora
 que esperar não é saber
Quem sabe, faz a hora
Não espera acontecer"
ROGÉRIO G.V. PEREIRA, https://conversavinagrada.blogspot.com/

04 setembro, 2020

Pétala nº 3022

“A noite manipula a nossa mente de uma maneira estranha.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

03 setembro, 2020

Pétala nº 3021

“Não pensemos que a oração seja um caminho linear, porque a própria vida é de uma complexidade labiríntica nos seus altos e baixos.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-)

02 setembro, 2020

Pétala nº 3020

“Tempo de céu azulado,
  Tempo de varandas abertas,
  Tempo de borboletas,
  Tempo de flores coloridas,
  Tempo de sonhos, quimeras,
  Tempo de esperança ao meu lado...
ROSELIA BEZERRA, https://espiritual-marazul.blogspot.com/

01 setembro, 2020

Pétala nº 3019

“As pessoas são uma amálgama de coisas.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

31 agosto, 2020

Pétala nº 3018

“Para quê mudar? Todo mundo tem seu próprio estilo. Quando você o encontrar, deve mantê-lo.”
AUDREY HEPBURN, actriz britânica (11929-93)

30 agosto, 2020

Pétala nº 3017

“Há duas palavras que não se podem usar: uma é sempre, outra é nunca.” 
JOSÉ SARAMAGO, escritor português (1922-2010) 
Prémio Nobel de Literatura,1998

29 agosto, 2020

Hoje não há pétala!

Hoje não há pétala, mas há beijos e abraços e flores (e borboletas) para todos os que na minha ausência  passearam neste jardim e o regaram com carinhosas palavras sábias.
Obrigada, queridos amigos. Bom fim-de-semana.

Hum, que saudades eu já tinha...

(foto da net)

28 agosto, 2020

Pétala nº 3016

“… os olhos são o barómetro mais precioso dos nossos sentimentos. Quando vemos algo que nos agrada, as nossas pupilas dilatam-se e, se algo nos desagrada, contraem-se. Não há maneira de os manipular.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

27 agosto, 2020

Pétala nº 3015

“Eu não tenho nenhuma coragem, mas procedo como se a tivesse, o que talvez venha dar ao mesmo.”
GUSTAVE FLAUBERT, escritor francês (1821-80)

26 agosto, 2020

Pétala nº 3014

“… a parte mais sincera da nossa cara são os olhos.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

25 agosto, 2020

Pétala nº 3013

“Uma nação que não tem nada além de seus divertimentos, não se divertirá por muito tempo."
G. K. CHESTERTON, escritor, poeta, filósofo, dramaturgo inglês (1874-1936)

24 agosto, 2020

Pétala nº 3012

“…o sorriso é uma máscara.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

23 agosto, 2020

Pétala nº 3011

“Todas as formas de rezar são insuficientes. Todas são eficazes. A arte de rezar é a arte de ser, apenas isso.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

22 agosto, 2020

Pétala nº 3010

“O facto de te ter acontecido uma desgraça não te desobriga de seres confrontada com outra.”
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

21 agosto, 2020

Pétala nº 3009

"Quem não vive segundo o que acredita não acredita."
Thomas Fuller, médico e orador britânico (1654-1734)

20 agosto, 2020

Pétala nº 3008

“…não recuperamos o passado, recriamo-lo, transformamo-lo em dramaturgia. A memória adapta, vai colorir, adornar, mistura cimento com arco-íris, faz o que for preciso para que a história funcione.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

19 agosto, 2020

Pétala nº 3007

"A vida segue depois da morte, e na verdade a realidade de quem perde alguém não tem nada a ver com a anterior.” 
MARTA ORRIOLS, escritora espanhola (1975-)

18 agosto, 2020

Pétala nº 3006

“… não serão as nossas fraquezas mais belas que as nossas forças?” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

17 agosto, 2020

Pétala nº 3005

“Assim como a obediência é o compêndio e união de todas as virtudes, assim a desobediência é o dispêndio e destruição de todas.” 
ANTÓNIO VIEIRA, padre e escritor português (1608-1697)

16 agosto, 2020

Pétala nº 3004

“… a monotonia do mundo interrompe-se com esplendor.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

15 agosto, 2020

Pétala nº 3003

“De todas as mentiras, a arte é ainda a menos falsa.”
GUSTAVE FLAUBERT, escritor francês (1821-80)

14 agosto, 2020

Pétala nº 3002

"Que coisa monstruosa é o nosso passado, em especial se foi excitante.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

13 agosto, 2020

Pétala nº 3001

“Quando reduzimos o mundo a uma acumulação de imagens simplificadoras, as imagens simplificadoras substituem-se ao mundo.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

12 agosto, 2020

Pétala(s) nº 3000: ESPERANÇA

“Que tal se nos vestíssemos de Esperança?
Pedi suprimento de tecidos, vou costurar sonhos, magia todo dia...” 
"Esperamos isso, esperamos aquilo e não desistimos da busca... Isso é ESPERANÇA que, apesar de tudo, não nos pode faltar! Ela impulsiona junto com o acreditar!” 
“O que todos nós temos de ter é Esperança de que um dia o ser humano tenha sabedoria bastante para viver o dia a dia, respeitando tudo o que o cerca. Não precisa de ser toda de uma vez, pode ser pétala a pétala,como a rosa que assim vai atingindo a sua beleza, abrindo-se a todos nós ; pétala a pétala, lá vai ela, tanto para nascer, quanto para morrer. Tentemos ser como a rosa!” 
«Ter esperança
é esperar que aconteça
é, de certa forma,
uma confissão de impotência
tal como me sinto, agora
em que tudo está nas mãos da ciência."
ROGÉRIO G.V. PEREIRA, https://conversavinagrada.blogspot.com/

"Bem dito. É certo, o mundo não se faz de dizeres, é certo. O dito/escrito é como a esperança, sinaliza o que ainda não é, o que talvez não venha a ser, mas, num momento, se deseja. Esperança é sempre desejo que corre no sangue e eleva a alma." 
"Acreditar que em cada dia a vida se renova é antecipar a esperança consentida no sorriso dos que sonham..."
GRAÇA PIRESpoetisa portuguesa (1946-), https://ortografiadoolhar.blogspot.com/

"Assim como a Alquimia tem o objetivo de transformar, a esperança por sua vez não difere desse processo. Ter esperança é acreditar, confiar e permanecer otimista , mentalizar o desejo de transformação correr atrás do objetivo proposto. Sonhar com um mundo diferente, galgar degraus através de esforços próprios." 

"O trigo faz o pão, que alimenta o corpo; a fé é a força absoluta, que alimenta a alma; a esperança é o sustentáculo, que alimenta os sonhos."
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

11 agosto, 2020

Pétala nº 2999

“… a tristeza é um sentimento absolutamente necessário, no qual é preciso ficar para nos entendermos. Não é algo negativo.” 
MARTA ORRIOLS, escritora espanhola (1975-)

10 agosto, 2020

Pétala nº 2998

“… nada envelhece de um modo tão precoce como a morte dos pais.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

09 agosto, 2020

Pétala nº 2997

“O cúmulo do orgulho é desprezar-se a si próprio.”
GUSTAVE FLAUBERT, escritor francês (1821-80)

08 agosto, 2020

Pétala nº 2996

“… não há sentimento forte sem uma dose de terror.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

07 agosto, 2020

Pétala nº 2995

"Desocupação, eis o sinal do homem nosso contemporâneo; Abandono, eis o sinal do mundo que nos rodeia. Um homem que espera pelo seu mundo, um mundo que espera pelo seu homem.” 
AGOSTINHO DA SILVA, filósofo, poeta e ensaísta português (1906-96)

06 agosto, 2020

Pétala nº 2994

“Com a pança à mostra nem o milionário se distingue do pobre, nem o criminoso do homem honrado.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

05 agosto, 2020

Pétala nº 2993

"Não foi o mundo que piorou, as coberturas jornalísticas é que melhoraram muito."
G. K. CHESTERTON, escritor, poeta, filósofo, dramaturgo inglês (1874-1936)

04 agosto, 2020

Pétala nº 2992

“… muito vento isola-nos dos da nossa espécie, mas a água une-nos.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

03 agosto, 2020

Pétala nº 2991

“Só quem permanecer como criança chegará a sentir-se herdeiro do grande reino da vida.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

02 agosto, 2020

Pétala nº 2990

“Comete um crime e o mundo torna-se de vidro.”
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

01 agosto, 2020

Pétala nº 2989

“É preciso partilhar a dor. Ao escrever partilha-se, lançando lamentos e perguntas que podem ser os de muita gente.” 
MARTA ORRIOLS, escritora espanhola (1975-)

31 julho, 2020

Pétala nº 2988

“Cada qual sabe amar a seu modo; o modo pouco importa, o essencial é que saiba amar.” 
MACHADO DE ASSIS, escritor brasileiro (1839-1908)

30 julho, 2020

Pétala nº 2987

“Há que falar de pintura, é a forma mais rápida de conhecer as pessoas.” 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

29 julho, 2020

Pétala nº 2986

“A vida é assim, cheia de sentimentos contraditórios; alegria, tristeza, força e fraqueza, amor e ódio. E nesse meio é que dançamos."
TAIS LUSO DE CARVALHO, cronista e artista plástica brasileira, https://taisluso.blogspot.com/

28 julho, 2020

Pétala nº 2985

“Quando nos dizem uma coisa e no-la repetem incessantemente, acabamos por acreditar nela.”
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “Hotel melancólico”, Ed. D. Quixote, 2019

27 julho, 2020

Pétala nº 2984

“Os homens são peritos no esquecimento. É a chave da sobrevivência.” 
CLARA FERREIRA ALVES, jornalista e escritora portuguesa (1956-)

26 julho, 2020

Pétala nº 2983

“O humor é como as marés, ora sobe ora desce.” 
JOSÉ SARAMAGO, escritor português (1922-2010), in “A Caverna”, Ed. Caminho, 2005 Prémio Nobel de Literatura, 1998