30 junho, 2021

Pétala nº 3309

O que é que Amin Maalouf quer aos 72 anos? 
Que as questões com que a Humanidade se confrontou nas últimas décadas sejam o início de uma nova face da História. E talvez o fim da pré-história. O final de uma fase em que não vemos futuro e o começo de um mundo decente para todos, sem discriminação de tipo algum. Se há um momento para começar a repensar e a reconstruir o mundo, esse momento é agora.” 

AMIN MAALOUF, escritor libanês-francês (1949-), em entrevista a Luciana Leiderfarb, publicada na revista "E", do jornal Expresso de 26 março 2021


29 junho, 2021

Pétala nº 3308



Meu querido amigo Douglas
obrigada pela pétala carregada de verdade do poeta Manuel Bandeira,
e  por este miminho lindo, florido, perfumado. Amei!
Beijos e abraços cheios de carinho.


28 junho, 2021

Pétala nº 3307

“Tal como o nome, ainda menos que o nome, também a idade não deveria ter grande importância. Mas tem. Oh, se tem!" 

DAVID MOURÃO-FERREIRA, escritor e poeta português (1927-96), in “Um amor feliz”, Ed. Presença, 1986


25 junho, 2021

Pétala nº 3306

“Os dias são todos iguais, as horas é que não, quando os dias chegam ao fim têm sempre as suas vinte e quatro horas completas, mesmo quando elas não tiveram nada dentro.” 

JOSÉ SARAMAGO, escritor português (1922-2010), in “A Caverna”, Ed. Caminho, 2005 
Prémio Nobel de Literatura, 1998



(foto net)

24 junho, 2021

Pétala nº 3305

“Não sei o que pensar, por isso penso em tudo.” 
PHILIP ROTH, escritor americano (1933- 2018), in “O professor do desejo”, Ed. D. Quixote, 2020


23 junho, 2021

Pétala nº 3304

“A arquitetura é a arte da memória, por isso preservamos os edifícios, as cidades, as ruas. Por isso protegemos o património, porque percebemos que o que nos foi transmitido é mais do que pedra e pó, mais do que materiais físicos. A arquitetura tem algo de místico, pois lida com todos estes símbolos, com a capacidade de materiais inertes se tornarem vivos.” 

DANIEL LIBESKIND, arquitecto polaco naturalizado americano (1946-), em entrevista a Luciana Leiderfarb, publicada na revista "E", do jornal Expresso de 9 Abril 2021


22 junho, 2021

Pétala nº 3303

“As únicas respostas interessantes são aquelas que destroem as perguntas.” 
SUSAN SONTAG, escritora, cineasta, filósofa, professora, ativista norte-americana (1933-2004) 

“Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas." 
CONFÚCIO, sábio chinês (-551/-479) 

21 junho, 2021

Pétala nº 3302

“É estranho ver como a noite apaga todas as cores, como se as considerasse uma extravagância do mundo.” 

OLGA TOKARCZUK, psicóloga e escritora polaca (1962-), in “Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos”, Ed. Cavalo de Ferro, 2019 
Prémio Nobel de Literatura, 2018



Verão feliz, Portugal!


Inverno feliz, Brasil!

(fotos net)

18 junho, 2021

Pétala nº 3302


“As pessoas não se dão o trabalho de escutar um velho, e é por isso que há tantos velhos embatucados por aí, o olhar perdido, numa espécie de país estrangeiro.” 

CHICO BUARQUE (Chico Buarque de Holanda), escritor brasileiro (1944-) in “Leite derramado”, Ed. D. Quixote, 2009



(foto Pinterest)

17 junho, 2021

Pétala nº 3301

“A integridade não precisa de regras.” 
ALBERT CAMUS, escritor e filósofo (1913-1960) 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

16 junho, 2021

Pétala nº 3300

“Considero a Beleza a maravilha das maravilhas. Só os fúteis não julgam pelas aparências. O verdadeiro mistério do mundo é o visível, e não o invisível.” 
OSCAR WILDE, escritor, poeta, dramaturgo irlandês (1854-1900), in “O retrato de Dorian Gray” “ Ed. Vega, 2000

15 junho, 2021

Pétala nº 3299

“Porque queremos ou precisamos de ver a velhice como um tempo de serenidade? 
Porquê supor que o coração se atrofia como os órgãos genitais?” 
JULIAN BARNES, escritor inglês (1946-), in “A mesa limão”, Ed. ASA, 2008

14 junho, 2021

Pétala nº 3298

“São tempos de encruzilhada os que vivemos. Ou somos capazes de construir novos modelos de vida, com mais sobriedade, com moderação do consumo e redução dos desperdícios ou estaremos a condenar o futuro a uma distopia, da que a atual situação pandémica é um pré-aviso. E esta viragem tanto diz respeito às sociedades no seu todo, como aos estilos adotados concretamente por cada indivíduo. Acelera-se o dano: torna-se urgente o remédio.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "A mala de viagem e o planeta", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 12 Março 2021


Bom dia, alegria!

Minhas amigas e meus amigos, partilho convosco que o meu coração transborda de felicidade, 
após 4 dias de incontáveis beijinhos e abracinhos trocados com as minhas netas 
Carolina e Madalena. 
Os dias foram poucos, mas intensos, 
verdadeiros, bons demais!
Não as via desde Agosto do ano passado.  
Estão crescidas e lindas as minhas netas!

Boa semana!

11 junho, 2021

Pétala nº 3297

"A felicidade é como a borboleta: quando a perseguimos nos escapa; quando desistimos de persegui-la, pousa em nós."
PROVÉRBIO CHINÊS

"A borboleta conta momentos e não meses, e tem tempo de sobra."
RABINDRANATH TAGORE, poeta e romancista indiano (1861-1941)

"Apenas viver não é suficiente, disse a borboleta, 
É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor."
HANS CHRISTIAN ANDERSEN, escritor e poeta dinamarquês (1805-75)


(foto do amigo A. Gomes)

10 junho, 2021

Pétala nº 3296

“Cada vez gosto mais de ser português e cada vez tenho mais orgulho no meu país. É-me insuportável ouvir dizer «somos um país pequeno e periférico». Para mim Portugal é central e muito grande.” 
ANTÓNIO LOBO ANTUNES, escritor e psiquiatra português (1942-)



(foto net)

09 junho, 2021

Pétala nº 3295

“A morte é o fim, a data de caducidade. Está aí, não é algo terrível. O ser humano morre há milhões de anos, é o normal.” 
ARTURO PÉREZ-REVERTE, escritor espanhol (1951, em entrevista a Luciana Leiderfarb, publicada na revista "E", do jornal Expresso de 29 janeiro 2021

08 junho, 2021

Pétala nº 3294

“As pessoas sabem aquilo que elas fazem; frequentemente sabem por que fazem o que fazem; mas o que ignoram é o efeito produzido por aquilo que fazem.” 
MICHEL FOUCAULT, filósofo, psicólogo, professor, escritor francês (1926-84)

07 junho, 2021

Pétala nº 3293

“UM HOMEM bêbedo voa. Só os lúcidos acreditam que ele vai aos esses e erres, quando, na realidade, voa em suas asas invisíveis, e chega a toda a parte mais cedo do que esperava. (…) Não se magoa a si mesmo, porque os homens bêbedos são transportados no avental da Virgem Maria.” 
DENZÓ KOSZTOLÁYI, escritor, poeta, tradutor e jornalista húngaro (1885-1936), in “Cotovia”, Ed. Dom Quixote, 2006

04 junho, 2021

Pétala nº 3292


"Não importa se os animais são incapazes ou não de pensar. O que importa é que são capazes de sofrer."
JEREMY BENTHAM, filósofo e jurista inglês (1748-1832)



(foto  net)

03 junho, 2021

Pétala nº 3291

“… quem está vivo faz perguntas. Se calhar é por isso que estamos vivos.” 
PHILIP ROTH, escritor americano (1933-2018 ), in “O professor do desejo”, Ed. D. Quixote, 2020

02 junho, 2021

Pétala nº 3290

Como é que ser um imigrante moldou a sua visão do mundo? 
Todos somos imigrantes. Todos viemos de um outro lugar. A ideia de «solo e sangue» é uma falsidade, porque ninguém é dono deste mundo. Ser um imigrante ajuda a ter uma perspetiva sobre a maldade da intolerância, a maldade de dizer: «Isto é meu!»”. Ajuda a identificar os vulneráveis, os que estão em baixo, e a saber qual é o nosso lugar no mundo.” 
DANIEL LIBESKIND, arquitecto polaco naturalizado americano (1946-), em entrevista a Luciana Leiderfarb, publicada na revista "E", do jornal Expresso de 9 Abril 2021 

(O futuro Tikvá Museu Judaico de Lisboa terá a assinatura de Daniel Libeskind.)


01 junho, 2021

Pétala nº 3289


“Que Deus te dê para cada tempestade, um arco-íris. 
Para cada lágrima, um sorriso. 
Para cada cuidado, uma promessa, e uma bênção para cada provação. 
Que para cada problema, a vida te traga alguém fiel com quem dividi-lo. 
Para cada olhar uma doce canção, e uma resposta para cada oração."
BÊNÇÃO IRLANDESA



(Hoje, Dia Mundial da CRIANÇA!)


(foto net)