31 janeiro, 2016

Pétala nº 1345

“A arte em geral, e a literatura em particular, são armas poderosas contra o Mal e a Dor.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

30 janeiro, 2016

Pétala nº 1344

“Conheço muito bem os homens para ignorar que muitas vezes o ofendido perdoa, mas o ofensor não perdoa jamais.” 

Jean-Jacques Rousseau, filósofo e escritor francês (1712-78)

29 janeiro, 2016

Pétala nº 1343

“A morte faz parte da vida e é parte do relato de uma vida.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

28 janeiro, 2016

Pétala nº 1342

“O homem livre é aquele que não receia ir até ao fim da sua razão.” 

Jules Renard, escritor francês (1864-1910)

27 janeiro, 2016

Pétala nº 1341

“Para viver temos de narrar-nos; somos um produto da nossa imaginação.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

26 janeiro, 2016

Pétala nº 1340

“Toda a arte é um problema de equilíbrio entre dois opostos."

Cesare Pavese, escritor italiano (1908-50)

25 janeiro, 2016

Pétala nº 1339

“Os livros nascem de um germe ínfimo, de um ovinho minúsculo, de uma frase, de uma imagem, de uma intuição; crescem como zigotos, organicamente, célula a célula, diferenciando-se em tecidos e estruturas cada vez mais complexas até se transformarem numa criatura completa e, frequentemente, inesperada.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

24 janeiro, 2016

Pétala nº 1338

“É o espírito que conduz o mundo e não a inteligência.” 
ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY, piloto e escritor francês (1900-44)

23 janeiro, 2016

Pétala nº 1337

“A característica essencial daquilo a que chamamos loucura é a solidão, mas uma solidão monumental.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

22 janeiro, 2016

Pétala nº 1336

“Não é o fim que é interessante, mas os meios para lá chegar.”

Georges Braque, pintor e escultor francês (1882-1963)

21 janeiro, 2016

Pétala nº 1335

“O sofrimento (tal como a alegria) é algo comum em todas as vidas.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

20 janeiro, 2016

Pétala nº 1334

 “A vida é uma combinação de magia e esparguete.” 

 Federico Fellini, cineasta italiano (1920-93)

19 janeiro, 2016

Pétala nº 1333

“A verdadeira dor é indizível”. 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

18 janeiro, 2016

Pétala nº 1332

“No inferno, os lugares mais quentes são reservados àqueles que escolheram a neutralidade em tempo de crise.” 

Dante Alighieri, poeta italiano (1265-1321)

17 janeiro, 2016

Pétala nº 1331

“Sempre», «nunca», palavras absolutas que não conseguimos compreender, sendo, como somos, pequenas criaturas presas no nosso pequeno tempo.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

16 janeiro, 2016

Pétala nº 1330

“A pior forma de desigualdade é tentar fazer duas coisas diferentes iguais,” 

Aristóteles, filósofo da Grécia Antiga (-384/-322)

15 janeiro, 2016

Pétala nº 1329

“A literatura, como a arte em geral, é a demonstração de que a vida não basta.” 

Fernando Pessoa, poeta português (1888-1935), citado por Rosa Montero, in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

14 janeiro, 2016

Pétala nº 1328

“A escrita é redentora. A escrita faz com que o autor, independentemente do reconhecimento, tenha uma história de vida magnífica.” 

Lídia Jorge, escritora portuguesa (1946-)

13 janeiro, 2016

Pétala nº 1327

“A arte é uma ferida feita luz” 

Georges Braque, pintor e escultor francês (1882-1963), citado por Rosa Montero, in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

12 janeiro, 2016

Pétala nº 1326

”A miséria só principia quando temos empobrecido até de esperanças.” 

 Emanuel Wertheimer, filósofo alemão (1846-1916)

11 janeiro, 2016

Pétala nº 1325

“A verdadeira dor é inefável, deixa-nos surdos e mudos, está para além de qualquer descrição e qualquer consolo.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

10 janeiro, 2016

Pétala nº 1324

“Não procures esconder nada; o tempo vê, escuta e revela tudo.” 

 Sófocles, poeta da Grécia Antiga (-496/-406)

09 janeiro, 2016

Pétala nº 1323

“A frustração e as mágoas diminuem as defesas.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-) in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

08 janeiro, 2016

Pétala nº 1322

“Não há comparação entre o que se perde por fracassar e o que se perde por não tentar.” 

 Francis Bacon, filósofo inglês (1561-1626)

07 janeiro, 2016

Pétala nº 1321

“Ambição tem uma forma odiosa de matar o talento.” 

Nuria Labari, escritora e jornalista espanhola (1979-), citada por Rosa Montero, in “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, Porto Editora, 2015

06 janeiro, 2016

Pétala nº 1320

“O maior pecado para com os nossos semelhantes não é odiá-los mas sim tratá-los com indiferença; é a essência da desumanidade.” 

George Bernard Shaw, escritor irlandês (1856-1950)

05 janeiro, 2016

Pétala nº 1319

“A escrita é claramente uma actividade de que não nos libertamos com facilidade, mesmo quando se nos torna detestável ou impossível.” 

W. G. Sebald, escritor alemão (1944-2001), in “O caminhante solitário”, Ed. Teorema, 2009

04 janeiro, 2016

Pétala nº 1318

“A suspeita assombra sempre a mente culpada.”

William Shakespeare, poeta e dramaturgo inglês (1564-1616)

03 janeiro, 2016

Pétala nº 1317

“Há muitas pessoas que são verdadeiramente o pior inimigo de si próprias.” 

 Eckhart Tolle, escritor e líder espiritual alemão 1948-), in “Um novo mundo”, Ed. Pergaminho, 2006

02 janeiro, 2016

Pétala nº 1316

 “Embora percamos todos os bens, conservemos imaculada a honra.” 

 Walter Scott, poeta escocês (1771-1832)

01 janeiro, 2016

Pétala nº 1315

“O que é uma emoção negativa? É uma emoção que é tóxica para o corpo e que interfere com o seu equilíbrio e o seu funcionamento harmonioso.” 

Eckhart Tolle, escritor e líder espiritual alemão 1948-), in “Um novo mundo”, Ed. Pergaminho, 2006