31 dezembro, 2018

Pétala nº 2410

“Aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que conquista esse medo.” 
NELSON MANDELA, estadista sul-africano (1918-2013) 
Prémio Nobel da Paz, 1993

30 dezembro, 2018

Pétala nº 2409

“… a miséria, isso é certo, não traz felicidade…” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “O paraíso e outros infernos”, Ed. Quetzal, 2018

29 dezembro, 2018

Pétala nº 2408

“A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la.”
AUGUSTO BRANCO, pseudónimo de Nazareno Vieira de Souza, poeta e escritor brasileiro (1980-)

28 dezembro, 2018

Pétala nº 2407

“A banalidade pode ser tão aconchegante quanto um velho sofá.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “O paraíso e outros infernos”, Ed. Quetzal, 2018

27 dezembro, 2018

Pétala nº 2406

“Nunca estrague o seu presente por um passado que não tem futuro.” 
DALAI LAMA, monge tibetano.

26 dezembro, 2018

Pétala nº 2405

“Todos queremos ser felizes; poucas vezes, porém, paramos para pensar naquilo que nos traz alegria, ou felicidade.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “O paraíso e outros infernos”, Ed. Quetzal, 2018

25 dezembro, 2018

Pétala nº 2404

“Não existe maior loucura no mundo do que um homem entrar no desespero.” 
MIGUEL DE CERVANTES, escritor espanhol (1547-1616)

24 dezembro, 2018

Pétala nº 2403

“É Natal sempre que deixares Deus amar os outros através de ti.
É Natal sempre que sorrires ao teu irmão e lhe ofereceres a tua mão."
MADRE TERESA DE CALCUTÁ, missionária católica de etnia albanesa (1910-97) 
Prémio Nobel da Paz, 1979

23 dezembro, 2018

Pétala nº 2402

“O ressentimento é como beber veneno e esperar que ele mate seus inimigos.” 
NELSON MANDELA, estadista sul-africano (1918-2013) 
Prémio Nobel da Paz, 1993

22 dezembro, 2018

Pétala nº 2401

“A música não vence a entropia, mas adia-a.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “O paraíso e outros infernos”, Ed. Quetzal, 2018

21 dezembro, 2018

Pétala nº 2400

“A esperança tem asas. Faz a alma voar. Canta a melodia mesmo sem saber a letra. E nunca desiste. Nunca.” 
EMILY DICKINSON, poetisa norte-americana (1830-86)

20 dezembro, 2018

Pétala nº 2399

“Chove-me na alma quando e se tenho alegrias do coração. 
Chuva é exercício de melancolia da Natureza, mas nunca será uma tristeza.” 
BEA, do blogue "Erva Príncipe (frases retiradas da crónica “dia 13”, publicada em 14 Dezembro 2018). 
(Obrigada, amiga!)

19 dezembro, 2018

Pétala nº 2398

“Os homens apressam-se mais a retribuir um dano do que um benefício, porque a gratidão é um peso e a vingança, um prazer.” 
TÁCITO, historiador, orador e político romano (55-120)

18 dezembro, 2018

Pétala nº 2397

“A minha vida é tão triste, e eu nem penso em chorá-la; as minhas horas tão falsas, e eu nem sonho o gesto de parti-las.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

17 dezembro, 2018

Pétala nº 2396

“O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente.” 
TÁCITO, historiador, orador e político romano (55-120)

16 dezembro, 2018

Pétala nº 2395

“Quem a sós se ri, das suas maldades se lembra.” 
MARIO VARGAS LLOSA, escritor peruano (1936-), in “Cinco esquinas”, Ed. Quetzal, 2016
Prémio Nobel de Literatura, 2010

15 dezembro, 2018

Pétala nº 2394

“O erro só é bom enquanto somos jovens. À medida que avançamos na idade, não convém que o arrastemos atrás de nós.” 
GOETHE, escritor alemão (1749-1832

14 dezembro, 2018

Pétala nº 2393

“A amizade é a única coisa que importa verdadeiramente nesta vida.” 
MARIO VARGAS LLOSA, escritor peruano (1936-), in “Cinco esquinas”, Ed. Quetzal, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 2010

13 dezembro, 2018

Pétala nº 2392

“A humildade é a base e o fundamento de todas as virtudes e sem ela não há nenhuma que o seja.”
MIGUEL DE CERVANTES, escritor espanhol (1547-1616)

12 dezembro, 2018

Pétala nº 2391

“Devemos usar o tempo sensatamente e entender que o momento é sempre adequado para se fazer o bem.” 
NELSON MANDELA, estadista sul-africano (1918-2013) 
Prémio Nobel da Paz, 1993

11 dezembro, 2018

Pétala nº 2390

“A solidão é difícil de evitar. Seja em que sítio for.” 
MICHAEL CUNNINGHAM, escritor norte-americano (1952-), in “Uma casa no fim do mundo”, Ed. Gradiva, 2001

10 dezembro, 2018

Pétala nº 2389

“Um livro é um enigma como as pirâmides do Egito. É um laboratório em combustão. Uma saída de emergência. Um clube de socorro a náufragos. Um intercomunicador entre silêncios. Um lança-chamas. Um abrigo de floresta. Um trilho mais adiante.”
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

09 dezembro, 2018

Pétala nº 2388

“Esta vida tem de ser levada frase a frase.” 
MICHAEL CUNNINGHAM, escritor norte-americano (1952-), in “Uma casa no fim do mundo”, Ed. Gradiva, 2001

08 dezembro, 2018

Pétala nº 2387

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo” 
NELSON MANDELA, estadista sul-africano (1918-2013)
Prémio Nobel da Paz, 1993

07 dezembro, 2018

Pétala nº 2386

“A vida é feita de mudanças que escapam ao nosso controlo”. 
MICHAEL CUNNINGHAM, escritor norte-americano (1952-), in “Uma casa no fim do mundo”, Ed. Gradiva, 2001

06 dezembro, 2018

Pétala nº 2385

“Só há uma treva: a ignorância.” 
ERNEST HEMINGWAY, escritor norte-americano (1899-1961) 
Prémio Nobel de Literatura, 1954

05 dezembro, 2018

Pétala nº 2384

“Os pesadelos costumam dissolver-se ao sol (basta pensar nos vampiros.) 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Barroco tropical”, Ed. Quetzal, 2018

04 dezembro, 2018

Pétala nº 2383

“Sem bibliotecas, não temos nenhum passado e não teremos um futuro.” 
RAY BRADBURY, escritor norte-americano (1920-2012)

03 dezembro, 2018

Pétala nº 2382

“Nunca saberemos se existe quem amamos. Mas sabemos que o amor existe.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Barroco tropical”, Ed. Quetzal, 2018

02 dezembro, 2018

Pétala nº 2381

“Cada homem possui três personalidades: a que exibe, a que tem e a que pensa que tem.”
ALPHONSE KARR, escritor e jornalista francês (1808-1890)

01 dezembro, 2018

Pétala nº 2380

“Não há nada que aproxime mais duas pessoas do que o riso e o choro.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Barroco tropical”, Ed. Quetzal, 2018