31 maio, 2019

Pétala nº 2561

“A pena é a língua da alma.” 
MIGUEL DE CERVANTES, escritor espanhol (1547-1616)

30 maio, 2019

Pétala nº 2560

“Morremos sempre de desânimo, ou seja, quando nos falha a alma – então morremos.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Teoria Geral do Esquecimento” (2012), Ed. Quetzal, 2018

29 maio, 2019

Pétala nº 2559

“A distância é como o vento: apaga as velas e acende as grandes fogueiras.” 
LA ROCHEFOUCAULD, escritor francês (1613-1680)

28 maio, 2019

Pétala nº 2558

“A verdade é o sapato sem sola de quem não sabe mentir.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Teoria Geral do Esquecimento” (2012), Ed. Quetzal, 2018

27 maio, 2019

Pétala nº 2557

“O mal, a terrível banalidade do mal, não é senão a triunfo da ignorância e da imbecilidade em toda a linha.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

26 maio, 2019

Pétala nº 2556

“Pode ser que nos guie uma ilusão; a consciência, porém, é que nos não guia.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

25 maio, 2019

Pétala nº 2555

“Viajar é uma procura sem certeza do que encontrar.” 
JULIE BYRNE, cantora norte-americana (1990-)

24 maio, 2019

Pétala nº 2554

“Cada um de nós é um grão de pó que o vento da vida levanta, e depois deixa cair.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

23 maio, 2019

Pétala nº 2553

“A cultura dominante faz da doença, da velhice, da deficiência e do limite um completo tabu.” 
JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, teólogo e poeta português (1965-)

22 maio, 2019

Pétala nº 2552

“Sem fé, não temos esperança, e sem esperança não temos propriamente vida.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

21 maio, 2019

Pétala nº 2551

“O oposto do amor não é o ódio, é a ignorância.”
ANDRÁS SCHIFF, pianista húngaro-britânico (1953-)

20 maio, 2019

Pétala nº 2550

“Sem ilusões, vivemos apenas do sonho, que é a ilusão de quem não pode ter ilusões.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

19 maio, 2019

Pétala nº 2549

“(Música) é a comunicação de sentidos e emoções através da organização dos sons e silêncios no tempo, com um propósito artístico que transcende a palavra falada.” 
RUI VIERA NERY, professor e musicólogo português (1957-)

18 maio, 2019

Pétala nº 2548

“Os dias deslizam como se fossem líquidos.”
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Teoria geral do esquecimento " (2012), Ed. Quetzal, 2018

17 maio, 2019

Pétala nº 2547

“O ruído não é a antítese da música. A má música é sempre ruído e algum ruído, no contexto certo, pode ser boa música.”
RUI VIEIRA NERY, professor e musicólogo português (1957-)

16 maio, 2019

Pétala nº 2546

“ Parece-me mais fácil ter fé em Deus, não obstante ser algo tão para além da nossa limitadíssima compreensão, do que na arrogante Humanidade.” 
JOSÉ EDUARDO AGUALUSA, escritor angolano (1960), in “Teoria geral do esquecimento” (2012), Ed. Quetzal, 2018

15 maio, 2019

Pétala nº 2545

"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida." 
PROVÉRBIO ÁRABE.

14 maio, 2019

Pétala nº 2544

“O amor e a amizade não envelhecem.”
ISABEL ALLENDE, escritora chilena (1942-), in “O amante japonês”, Porto Editora, 2015

13 maio, 2019

Pétala nº 2543

"O amor nasce, vive e morre nos olhos. "
WILLIAM SHAKESPEARE, escritor inglês (1564-1616)

12 maio, 2019

Pétala nº 2542

“… é mais fácil falarmos em silêncio se nos faltar o que dizer.” 
AFONSO REIS CABRAL, escritor português (1990), in “Pão de Açúcar”, Ed. D. Quixote, 2018

11 maio, 2019

Pétala nº 2541

“Pobre daquele que está cansado de tudo, porque tudo e todos estão sempre certamente cansados dele. “ 
G. K. CHESTERTON, escritor, poeta, filósofo, dramaturgo inglês (1874-1936)

10 maio, 2019

Pétala nº 2540

“Quanto mais diferente de mim alguém é, mais real me parece, porque menos depende da minha subjectividade.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

09 maio, 2019

Pétala nº 2539

“A esperança é uma ave que pousa na alma, canta melodias sem palavras e nunca cessa.” 
EMILY DICKINSON, poetisa norte-americana (1830-86)

08 maio, 2019

Pétala nº 2538

“Tudo em nós é acidente e malícia” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

07 maio, 2019

Pétala nº 2537

“Quando as pessoas estão determinadas, elas conseguem alcançar qualquer coisa.” 
NELSON MANDELA, estadista sul-africano (1918-2013) 
Prémio Nobel da Paz, 1993

06 maio, 2019

Pétala nº 2536

“Gostaria de estar no campo para poder gostar de estar na cidade.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

05 maio, 2019

Pétala nº 2535

"A desconfiança é o farol que guia o prudente."
WILLIAM SHAKESPEARE, escritor inglês (1564-1616)

04 maio, 2019

Pétala nº 2534

“Escrevo como quem dorme, e toda a minha vida é um recibo por assinar.” 
FERNANDO PESSOA, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

03 maio, 2019

Pétala nº 2533

“Louco não é o homem que perdeu a razão. Louco é o homem que perdeu tudo menos a razão.” 
G. K. CHESTERTON, escritor, poeta, filósofo, dramaturgo inglês (1874-1936)

02 maio, 2019

Pétala nº 2532

“Ler começa com os olhos.” 
ALBERTO MANGEL, escritor, ensaísta, professor canadiano nascido na Argentina (1948-), in “Uma história da leitura”, Ed. Presença, 1998

01 maio, 2019

Pétala nº 2531

"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses." 
RUBEM ALVES, teólogo, pedagogo, poeta e filósofo brasileiro (1933-2014)