29 outubro, 2021

Pétala nº 3374

“Debaixo da maquilhagem e por trás do meu sorriso, eu sou apenas uma menina que deseja o mundo.”

“Sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Cometo erros, sou um pouco fora do controle e às vezes difícil de lidar, mas se você não sabe lidar com o meu pior, então, com certeza, você não merece o meu melhor.”

“Gosto de estar bem vestida ou inteiramente despida. Não me preocupo com o meio termo.” 

“Não me alimento de «quases», não me contento com a metade. Nunca serei sua meio-amiga, ou seu meio-amor... é tudo ou nada!”

“Os cães nunca me mordem. Só os humanos.”

MARILYN MONROE, actriz norte-americana (1926-1962)




(foto net)

28 outubro, 2021

Pétala nº 3373

Também por mim o tempo tem passado
Já vou tingindo os meus cabelos brancos 
para não descobrir no teu olhar 
não sei se algum horror, se apenas mágoa.” 

DAVID MOURÃO-FERREIRA, escritor e poeta português (1927-96), in “Um amor feliz”, Ed. Presença, 1986

27 outubro, 2021

Pétala nº 3372

“Nada tem uma razão válida para acontecer. Perde-se, ganha-se - tudo é capricho. A omnipotência do capricho. A probabilidade da reviravolta. Sim, a imprevisível reviravolta e o seu poder.” 

PHILIP ROTH, escritor norte-americano (1933-2018), in “A humilhação”, Ed. D. Quixote, 2011

26 outubro, 2021

Pétala nº 3371

“A palavra mais verdadeira, mais exacta, mais cheia de significado é a palavra “nada”. 

JULES RENARD, escritor francês (1864-1910) citado por JULIAN BARNES, escritor inglês (1946-), in “Nada a temer”, Ed. Quetzal, 2011

25 outubro, 2021

Pétala nº 3370

Até tu agora vais ter de mudar. E se não mudares, o mundo não vai ficar à tua espera. Nunca fica.” 

JIM POWELL, escritor inglês (1949-), in “O partir dos ovos”, Ed. Civilização, 2011

22 outubro, 2021

Pétala nº 3369

Não é de esperar que as mães tenham filhos que sofram
Não é de esperar termos filhos que morram… 
Não é de esperar fazermos pessoas de má índole.” 

ASHLEY AUDRAIN, escritora canadiana (1982-), in “Instinto”, Ed. Suma de Letras, 2021




(foto net)

21 outubro, 2021

Pétala nº 3368

Um amigo me chamou para cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui.” 

CLARICE LISPECTOR, escritora e jornalista brasileira nascida na Ucrânia (1920-77)

20 outubro, 2021

Pétala nº 3367

Nunca temperei a verdade com o condimento da mentira, para a tornar mais digerível.” 

MARGUERITE YOURCENAR (pseudónimo de Marguerite Cleenewerck de Crayencour), escritora francesa (1903-87)

19 outubro, 2021

Pétala nº 3366

"A vida é uma estrada cruel, que exige de nós escolhas perpétuas."

 CALEBE BORGES, biólogo brasileiro, https://bcbot.blogspot.com/
(Comentário pétala nº 3265)

18 outubro, 2021

Pétala nº 3365

“O coração de uma mãe sofre de mil e uma maneiras ao longo da vida.” 

ASHLEY AUDRAIN, escritora canadiana (1982-), in “Instinto”, Ed. Suma de Letras, 2021

15 outubro, 2021

Pétala nº 3364

“Não te esqueças, não digas tudo; ninguém diz tudo a ninguém.” 

BAPTISTA-BASTOS (Armando Baptista-Bastos), jornalista e escritor português (1934-2017), in “Um homem parado no inverno”, Edições «O Jornal», 1991



(foto net)

14 outubro, 2021

Pétala nº 3363

"COM A IDADE, TENDEMOS A OLHAR PARA O PASSADO em jeito de balanço, mas, curiosamente, arrependemo-nos sobretudo do que não fizemos nem vamos já a tempo de fazer. Cá em casa, tentamos, mesmo assim, combater o vazio mostrando um ao outro o que foi a nossa vida antes de estarmos juntos. (…) Adeus, futuro."  (Crónica: "Os deuses das moscas"

MARIA DO ROSÁRIO PEDREIRA, editora, escritora, poetisa e letrista portuguesa (1959-), in "Adeus, futuro", Ed. Quetzal, 2021

13 outubro, 2021

Pétala nº 3362

“… a vida está cheia de coisas que não escutámos devidamente. Muitas vezes, a dor e o peso que trazemos é esse: o que a dada altura devia ter sido escutado ou atendido e não foi.” 

JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA, cardeal, teólogo e poeta português (1965-), in crónica "Tempo de férias", publicada na revista "E", do jornal Expresso de 18 Junho 2021

12 outubro, 2021

Pétala nº 3361

“O lado ruim da idade acumulada, é que mesmo que se envelheça com saúde, o idoso olha dentro dos olhos da finitude todos os dias!”
 
DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

(Comentário pétala nº 3153)

11 outubro, 2021

Pétala nº 3360

Seja lá quem for que fez o tempo, não o fez em quantidade suficiente.”

COLM TÓIBÍN, escritor irlandês (1955-) in, “Mães e Filhos” – conto “Um longo inverno”, Bertrand Editora, 2011

08 outubro, 2021

Pétala nº 3359

TERESA, se algum sujeito bancar 
o sentimental em cima de você 
E te jurar uma paixão do tamanho de um bonde 
Se ele chorar 
Se ele se ajoelhar 
Se ele se rasgar todo 
Não acredita não Teresa 
É lágrima de cinema 
É tapeação 
Mentira 
CAI FORA.” 

MANUEL BANDEIRA, poeta, crítico literário e de arte, professor e tradutor brasileiro (1886-1968)

(Esclareço: sou uma TERESA feliz, de coração inteiro!)


(foto net)

07 outubro, 2021

Pétala nº 3358

“É a humilhação que nos torna humanos.

HOWARD JACOBSON , escritor inglês (1945-), in “A questão Finkler”, Ed. Porto Editora, 2011 


“… é a palavra que faz de nós humanos.” 
ROSA MONTERO, escritora espanhola (1951-), in “A louca da casa”, Ed. Asa, 2004

06 outubro, 2021

Pétala nº 3357

“- Só sei mentir.
- Não é importante. Todos nós mentimos uma vez por outra. 
- Só aprendi a mentir durante toda a minha vida. Os outros têm uma concepção de verdade a que sou alheio. Mentir, no fundo, não é fugir à verdade. É fugir à realidade. A realidade é-me insuportável. E tenho de suportar o insuportável, mentindo.” 

BAPTISTA-BASTOS (Armando Baptista-Bastos), jornalista e escritor português (1934-2017), in “Um homem parado no inverno”, Edições «O Jornal», 1991

05 outubro, 2021

Pétala nº 3356

“Quando procuro o que há de fundamental em mim, é o gosto da felicidade que eu encontro!” 

ALBERT CAMUS, escritor, filósofo, jornalista franco-argelino (1913-1960), in “A Peste”, Porto Editora, 2016 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

(Frase deixada  na pétala nº 3144, por: DOUGLAS MELO, conhecido no seu blogue "DOUG-BLOGcomo  Doug, é um jornalista, escritor, blogueiro, professor/PhD (Philosophiæ Doctor) brasileiro (1970-)

04 outubro, 2021

Pétala nº 3355

“Mentiras, mentiras, os adultos proíbem-nas, no entanto dizem tantas.
 
ELENA FERRANTE, pseudónimo de uma escritora italiana cuja identidade é mantida secreta (1943-), in “A vida mentirosa dos adultos”, Ed. Relógio d’Água, 2020

01 outubro, 2021

Pétala nº 3354

“As lágrimas não doem... 
O que dói são os motivos que as fazem caírem!” 

Versos do poema “Chorar é lindo”, de MÁRIO QUINTANA, poeta brasileiro (1906-94)



(foto net)