10 maio, 2021

Pétala nº 3267


«O Porto ergue-se em anfiteatro sobre o esteiro do Douro e reclina-se no seu leito de granito. Guardador de três províncias e tendo nas mãos as chaves dos haveres delas, o seu aspecto é severo e altivo, como o de mordomo de casa abastada.» 
ALEXANDRE HERCULANO, escritor português (1810-77) 

«Lisboa inveja ao Porto a sua riqueza, o seu comércio, as suas belas ruas novas, o conforto das suas casas, a solidez das suas fortunas, a seriedade do seu bem estar. O Porto inveja a Lisboa a Corte, o Rei, as Câmaras, S. Carlos e o Martinho. Detestam-se!» 
EÇA DE QUEIRÓS, escritor e diplomata português (1845-1900) 

«E quanto ao riso, o Porto gosta de rir e de rir com uma certa insolência: ri mais desbragadamente, mais primariamente, mais saudavelmente e com mais gosto do que Lisboa.» 
VASCO GRAÇA MOURA, escritor, tradutor e político português (1942-2014)


Porque promessas eu cumpro, Teresa Palmira Hoffbauer esta pétala (tripla) é para ti.


De Lisboa faltou mostrar o Castelo de São Jorge? Pronto, pronto, aqui está ele.

(fotos net)



22 comentários:

  1. O Porto pode ser - e é - uma cidade linda. Mas Lisboa... é Lisboa. Simplesmente ÚNICA.
    .
    Uma semana feliz … Abraço poético
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  2. Como alfacinha de gema só posso torcer por Lisboa !:)

    "Lisboa à beira-mar, cheia de vistas,
    Ó Lisboa das meigas Procissões!
    Ó Lisboa de Irmãs e de fadistas!
    Ó Lisboa dos líricos pregões…
    Lisboa com o Tejo das Conquistas,
    Mais os ossos prováveis de Camões!
    Ó Lisboa de mármore, Lisboa!
    Quem nunca te viu, não viu coisa boa…
    ..."
    António Nobre

    Beijinhos para as Teresas :)
    Feliz semana !

    ResponderEliminar
  3. « A minha cidade é branca e azul… e tem cabelos verdes. Cidade encantada, onde convive tradição e subversão, melancolia e audácia. O seu corpo é líquido e a água penetra por todas as suas reentrâncias como uma língua múltipla e doce. Difunde-se lentamente no ar uma fascinante sensualidade propícia a olhares sem malícia, gestos inócuos e complacentes, como um amor em cálida gestação.»
    (In POLYEDRO)

    Feliz semana Teresa,
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  4. Achei a tripla muito interessante, mas penso que os tempos vão mudando e os sentimentos de rivalidade também...
    Lisboa é agora o grande centro de negócios...
    É triste saber que as ''cidades´´ detestavam-se no tempo de Eça...

    Ainda muito jovem, adorei ler os livros de Júlio Dinis, este portuense, contemporâneo do Eça de Queiroz, que nos retratava a vida no Porto, especialmente em 'A Família Inglesa', de modo despretensioso, ao contrário das descrições de Lisboa do Eça.

    Uma boa semana, Teresa. Beijinhos.
    ~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  5. Outros tempos, outras eras.
    Hoje as coisas são bem diferentes do que eram no século dezanove. Não há comparação possível.
    São citações e contextos que nada têm a ver com a realidade dos nossos dias.
    Porto e Lisboa sendo diferentes, continuam iguais nas suas realidades culturais e forma de estar, que essas, nada mudaram.

    Beijinhos e boa semana, amiga Teresa!


    O PORTO ME VIU NASCER


    O Porto me viu nascer
    E dentro dele cresci
    Nas margens do Douro vi
    As mais lindas tripeirinhas
    Que algum dia eu conheci.

    Da Ribeira até à Sé
    De Miragaia ao Bonfim
    Lindas cascatas se erguem
    Em montanhas de marfim.

    Sou tripeiro com orgulho
    E com orgulho levanto
    A minha voz em defesa
    Desta cidade Princesa
    Quando chora em mudo pranto.

    Cidade que tens carácter
    Que no bairrismo traduz
    Que acolhes com lealdade
    Dás brilho à opacidade
    Da escuridão fazes luz.

    Cidade que se orgulha
    De ser única em Portugal
    Que embora ignorada
    Nunca se sente enjeitada
    É nobre e sempre leal!


    Mário Margaride

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mário, escapou-me o seu poema.
      Aprendi a gostar do Porto, cidade onde nasceram as minhas duas netas. Agora vivem em Matosinhos.
      Eu viveria junto delas mas para o maridão, nascido em Moçambique... norte frio jamais!
      Beijo poeta.

      Eliminar
    2. Ó Mário! «cidade que se orgulha de ser única em Portugal»...
      Essa é de mais!
      Não sabia que ainda havia tanta rivalidade! Adoro Lisboa, tenho sobrinhos portuenses e dou-me bem com os oriundos da 'Invicta'. Bjo

      Eliminar
    3. Teresa, também gosto de Matosinhos. De vez em quando vou até lá. Sim, no Porto é mais frio do aí em Lisboa. É uma questão de hábito. Mas compreende-se que para quem nasceu em Moçambique, sinta frio.

      Majo, quando digo, "cidade que se orgulha de ser única em Portugal". Não tem nada a ver com as pessoas que vivem nas duas cidades. Essas por norma dão-se bem. Nada tenho contra os lisboetas, pelo contrário. Tem a ver com o poder político. Que, como é sabido, o Porto é preterida muitas vezes em favor de Lisboa, em vários contextos.
      Fique muito surpreendido, por esta última cimeira da União Europeia ser aqui no Porto. Porque praticamente todos os eventos desta dimensão, são em Lisboa.
      Espero que a amiga Majo, compreenda agora o contexto a que se referia.
      Não se trata de rivalidade nenhuma. Mas realidades, que aqui no Porto sentimos.

      Beijinhos grande para as duas, Teresa e Majo.

      Eliminar
    4. Compreendo bem, Mário. Dias bons. Beijinho
      ~~~~~~

      Eliminar
    5. Mário Margaride, que lindo e maravilhoso poema que deixaste aqui no blogue da teresadias, gostei imenso de o ter lido, tudo de bom para ti, muitos beijinhos e fica bem!!

      Eliminar
  6. Retalhada entre a pétala tripla e o poema de Mário Margaride, tentando sossegar-me, continuo a soluçar baixinho 💙

    ResponderEliminar
  7. Eu sou lisboeta e adoro a minha cidade, mas gosto, também imenso do Porto e das suas gentes !

    ResponderEliminar
  8. E, como sou do Norte e estudei no Porto, vá lá...viva o Porto ...a cidade, não o clube!!!! Acho lindas as duas cidades!!! Beijinhos, lisboeta do coração
    Emilia 🌻 🌹

    ResponderEliminar
  9. Lindas imagens e lindas frases e quadras, tudo muito bonito por aqui, desejo uma boa semana para ti, muita saúde, paz e alegria na tua vida, muitos beijinhos e fica bem!!

    ResponderEliminar
  10. Não vejo por que se hão-de detestar duas cidades que são tão diferentes. Cada uma em seu meio é rainha.

    ResponderEliminar
  11. Boa noite de paz, querida amiga Teresa!
    Amei o Porto, é ímpar e seu pôr-do-sol é um colosso.
    Um lugar que voltaria se pudesse.
    Tenha nova semana abençoada!
    Beijinhos carinhosos e fraternos

    ResponderEliminar
  12. Até fiquei com o coração apertado!
    Na primeira foto, do lado de Gaia, ali na curva, à beira rio, a casa que tanto anseio estrear.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Promete Pedro, que partilharás fotos fantásticas!!!
      Bjs.

      Eliminar
  13. QUE LOUCUUURA!! Duas maravilhas e rivais? Sim, eu conheço isso, aqui também existe, mas que mal pergunte...
    E se eu quiser ficar com as duas???? Se as duas são lindas, cada uma com suas características? Dá para ser?
    Fechado, amo Porto e Lisboa!
    Beijinho, querida amiga, trouxeste confusão, mas a primeira foto é fantástica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vem amiga, brindar no Porto com porto e em Lisboa com ginjinha.
      Que alegria seria!!!
      Beijo.

      Eliminar
  14. Gostei de var as duas cidades.
    Gosto de ambas, mas gosto mais de Lisboa.
    Gostei de ler os pensamentos que escolheu.
    Semana abençoada com muita paz e saúde.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar