28 maio, 2018

Pétala nº 2193

"Nunca tive uma crise religiosa porque nunca acreditei”. 
MARÍA GAINZA, crítica de arte e escritora argentina (1975-), in “O nervo ótico”, Ed. D. Quixote, 2018

4 comentários:

  1. Boa tarde, Também nunca tive uma crise religiosa, a religião nunca me chamou, caso o tenha feito, eu não ouvi.
    Feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  2. Olá Gracinha e António!
    Também eu poderei ter crises disto e daquilo mas religiosa, hum, não, não!
    Boa semana meus amigos.

    ResponderEliminar
  3. Também não; não tem o porquê...
    Minha vida não se prende à religião.
    Beijo!

    ResponderEliminar