16 abril, 2018

Pétala nº 2151

“… a minha vida sempre foi o avesso do avesso de um sonho…” 
ANA MARGARIDA DE CARVALHO, escritora portuguesa (?), in “Não se pode morar nos olhos de um gato”, Ed. Teorema, 2016

3 comentários:

  1. E assim se diz algo interessante ... brincando com as palavras!
    bj

    ResponderEliminar
  2. OI TERESA!
    MESMO PELO AVESSO, SEMPRE SERÃO SONHOS.
    GOSTEI DISSO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, Zilani!
      Passei pelo seu "Só pra dizer" e fiquei encantada com os seus poemas. Estou seguindo.
      Vou colocar seu blogue no meu "Roldeleituras".
      Abraço.

      Eliminar