16 julho, 2021

Pétala nº 3321

AS ROSAS 
Quando à noite desfolho e trinco as rosas 
É como se prendesse entre os dentes 
Todo o luar das noite transparentes, 
Todo o fulgor das tardes luminosas, 
O vento bailador das Primaveras 
A doçura amarga dos poentes, 
E a exaltação de todas as esperas."

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN,  poetisa portuguesa(1918-2004)






(foto net)

24 comentários:

  1. Parece-me (sem réstia de saber) que seja um poema de juventude da Poeta que tanto me tem.

    ResponderEliminar
  2. As rosas de SOPHIA são quase tão belas como a sua POESIA 🌹

    ResponderEliminar
  3. Poesia e rosas muito lindas! Ótimo fim de semana! beijos, chica

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema de Sophia! E lindas as rosas!

    Feliz fim de semana, amiga Teresa!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Uma poesia fascinante! Adorei :))
    -
    Momentos de lúcida reflexão
    -
    Beijo, e um excelente fim de semana..

    ResponderEliminar
  6. Olá, querida amiga Teresa!
    Que frescor!
    Delícia floral para começar muito perfumada o final de semana, querida.
    Muito obrigada por nos dar um bom alento.
    Cuide-se bem aí da nova onda.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Beijinhos carinhosos e fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia de sábado, querida amiga Teresaa!
      Hoje enfeitei meu jardim com uma flor sua:
      https://flordocampo3.blogspot.com/2021/10/a-tela-da-primavera-8-meses-do-blog.html
      Tenha um final de semana abençoado!
      Beijinhos com carinho de gratidão e estima
      🌸🌻🏵️💮🌼🌷💐🌺😘

      Eliminar
  7. As flores, as rosas, sempre um tema presente na poesia. Obrigado.
    Bom fim de semana.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. Para finalizar a semana,
    deixas-nos um maravilhoso poema de Sophia!
    Preciosa Pétala!

    Votos de um feliz fim de semana, Teresa.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  9. É tão belo este poema da Sophia! E como são bonitas as rosas!
    Um bom fim de semana minha Amiga Teresa.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Sophia, uma mulher com a poesia maravilhosa dentro dela !

    ResponderEliminar
  11. Gosto do poema e adoro os olhares!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  12. Já dizia o poeta "as rosas não falam, elas simplesmente as rosas exalam, o perfume que roubam de ti". Lindo poema!
    Estou sentindo a sua falta no meu blog, apareça por lá quando puder!
    Beijos querida Teresa!

    ResponderEliminar
  13. E sentimos o perfume das rosas e da poesia da Sophia nas noites quentes de Verão...
    Obrigada pela partilha e pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  14. Com este perfume das rosas e dos versos da grande Sophia, o fim de semana só pode ser luminoso e feliz.
    Obrigada querida Teresa.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  15. Um belíssimo poema em perfeita sintonia com essas rosas maravilhosas.
    Bom domingo
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Esas rosas enamoran, gracias.
    Abrazo

    ResponderEliminar
  17. O filho tem o meu feitio da mãe.
    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, eu sei que querias dizer «mau feitio»...

      Eliminar

  18. Sophia arrebata-nos sempre! E as fotos que escolheste também!

    Beijinhos perfumados
    😘🌹

    ResponderEliminar