domingo, 16 de julho de 2017

Pétala nº 1878

“Não comungo, não comungarei nunca, não poderei, suponho, alguma vez comungar aquele conceito bastardo pelo qual somos, como almas, consequências de uma coisa material chamada cérebro, que existe, por condição, dentro de outra coisa material chamada crânio.” 

Fernando Pessoa, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”,  Ed. Tinta da China, 2014

Sem comentários:

Enviar um comentário